É possível realizar Downsizing com impacto positivo?

Saiba mais sobre este processo e seus efeitos

Fazer mais com menos é tendência mundial e o principal objetivo de muitas empresas. Muitas vezes o processo de Downsizing faz parte desta realidade, especialmente quando é preciso reduzir custos para recuperar competitividade.

O processo pode ser motivado por aquisições, fusões, processos de reestruturação ou mesmo redução de custos. Quando as empresas têm a necessidade de desligar um grande número de colaboradores, surge também a preocupação em como dar suporte a este grupo de profissionais no processo de busca e recolocação no mercado. É neste momento delicado que entra o planejamento e expertise de profissionais especializados em Outplacement, que orientarão desde os gestores até os profissionais de RH e demais envolvidos no processo demissional.

A Equipe da RH Search, especializada neste tipo de trabalho,  já conduziu mais de 1000 Programas de Outplacement. A grande maioria destes trabalhos foram  Outplacement Individuais, demandas mais comuns no mercado brasileiro. Mas nos últimos dois anos os processos de atendimento ocorreram para grandes números e passaram a ser em grupo.

Um dos cases acompanhados pela RH Search ocorreu em Santa Catarina, aonde mais de 200 colaboradores foram desligados após uma reestruturação, resultante da crise econômico Brasileira. Mesmo diante de dificuldades econômicas, a Empresa dedicou um orçamento e contratou o Outplacement em Grupo. Desta forma, o impacto negativo foi minimizado, uma vez que o profissional recebeu toda a assistência para recolocação.

 “O processo de Outplacement em Grupo (Downsizing) pode ter vantagens tanto para a empresa quanto para o profissional. A empresa pode atuar de forma socialmente responsável e em sintonia com as novas demandas do mundo atual, minimizando impactos na imagem em decorrência dos processos de desligamento de funcionários. Já para o profissional, minimiza os impactos pessoais e profissionais do desligamento, pois recebe orientações de profissionais qualificados que aumentam suas chances de recolocação no mercado”, explica Caroline Prado, Coordenadora de Outplacement da RH Search.


Os profissionais tiveram seus currículos prospectados de forma personalizada, através da entrega de book às consultorias de RH e empresas da região.

Clima positivo

Da mesma forma que o profissional recebe orientação, o clima organizacional também deve contar com um suporte para que possíveis impactos negativos sejam reduzidos. “É claro que todo processo demissional gera um clima tenso e incerto para quem fica na empresa. Cabe ao RH encontrar a melhor forma de conduzi-lo. O Outplacement pode ser uma das alternativas para minimizar estes efeitos negativos e sempre reforçamos para a empresa que o processo de pós-desligamento é muito importante” reforma Caroline Prado. A especialista ainda comenta que isso pode ser feito através de um comunicado formal aos colaboradores que ficaram na empresa, esclarecendo sobre o desligamento e o suporte que está sendo oferecido aos desligados. “O processo de Outplacement pode ser uma boa forma de mostrar aos colaboradores o quanto a empresa se preocupa com seus funcionários, mesmo após o desligamento. Vale lembrar que nas demissões em massa este benefício poderá vir na forma de um processo de Outplacement em grupo, que é a alternativa mais usual quando o desligamento envolve profissionais de posições não executivas”, completa Caroline.


Em tempos de uso racional de estrutura e mão-de-obra, cada vez mais empresas optam pela melhoria de processos, o que acaba gerando redução no quadro de funcionários. Por isso o Downsizing e o Outplacement tornaram-se termos mais conhecidos e utilizados na prática. “Cada vez mais empresas estão focadas em operações eficientes, ou seja, obter mais resultados com menos recursos”, conclui. O importante é contar com planejamento e organização para que todo o processo seja realizado da melhor forma tanto para a empresa quanto para o funcionário.

Confira as etapas que compõem o Outplacement em Grupo (Downsizing):

1 – Orientações à empresa e aos gestores envolvidos no processo de desligamento;

2 – Plantão de Apoio no dia do desligamento

3 – Remonte Motivacional: palestras e atividade em grupo para reduzir o estado desmotivacional causado pelo desligamento;

4 – Workshops sobre o Mercado de Trabalho: palestra e atividade em grupo, informações sobre o mercado, como elaborar um CV, ferramentas de prospecção, processos seletivos (Entrevistas e Dinâmicas) e nível de empregabilidade;

5 – Orientações Individuais: investigação sobre carreira e perfil comportamental (DISC) para orientação individual sobre o mercado de trabalho e elaboração de currículo; Fornecimento de lista de consultorias e agências de recursos humanos para cadastramento de CV; Orientação sobre Networking;

6 – Prospecção: produção e divulgação de do book digital de CV’s para uma lista de empresas selecionadas pelo segmento, inserção de CV’s dos assessorados no site de Outplacement. 

Deixe um Comentário

Contato

Entre em contato conosco.

Ilegível? Alterar texto. captcha txt